segunda-feira, 26 de julho de 2010

Risada Sonora - Culpa da erva danada!

Hora de relaxar. Chega de assunto sério por enquanto.
Em março criei a sessão Risada Sonora aqui no blog, mas só tivemos 2 edições que podem ser conferidas aqui neste link.

Então vamos a terceira e espero que consiga mantê-la mensalmente como fora prometido. Assim vamos curtir letra, música e videoclip da banda Akundum. Mais uma banda que surgiu na cena pop brasileira via MTV, no final dos anos 90. Numa época em que não existiam bandas pop"coloridas" falando de amores grudentos, surgiu a engraçadissíma Emaconhada nas rádios de todo país, com um clipe igualmente divertido rolando na emissora musical( até então).
A música faz claras referências a Xote das Meninas de Luiz Gonzaga. Tanto que no começo questiona se aquilo é Reggae ou Baião. Mas é Reggae mesmo, e é bem legal.

Acho interessante como a banda conseguiu fazer uma música sobre a "erva danada" de forma a não ficar tão pesado ou ofensiva a moral e aos bons costumes que tanta gente gosta ou finge que gosta neste país. Nem uma polêmica boba rendeu.
Bons tempos em que a música pop jovem que chegava até a mídia era leve e divertida, e não feita para ficar trancado no quarto chorando pelos cantos.

Por hora, decore a letra e aperte o play para quem não conhece, e para quem conhece, reveja e relembre. E nos dois casos, dêem boas risadas e relaxem, que nem a menina pede pro pai dela no final do clipe.

Música: Emaconhada
Artista:Akundum
Composição: Mongol

É reggae sim, se é reggae não
Vai ficar brigando agora se
Isso é reggae se é baião
Que que é isso então?
Qué qué!
Tá surdo véio?
É reggae não

Seu doutor o que que eu faço
Com minha filha
Essa menina reprovou-se outra vez
E dorme o tempo todo, tem
larica, sente lombra
Pra ficar com olho vermelho
Olha só o que ela fez

Depois que ela arrumou um
amiguinho
O nome dela essa garota esqueceu
O tal moleque anda de carro
zero importado
O pai dele tem dinheiro a dar
com pau
Maior que o meu

E agora que eu notei sua barriga
Tá crescidinha e ela era tão candinha
O que será que tem de errado
com essa malvada
Tá possuída pra ficar tão depravada

A droga da vizinha
Tá me dizendo
Que tudo isso é obra da erva danada
Tem pai que é cego que não
se conforma com a parada
Mais o diacho da menina tá
virando emaconhada

Que que eu faço seu dotor?
Que que eu faço seu dotor?
Essa menina tá virando
emaconhada

Que que eu faço seu dotor?
Que que eu faço seu dotor?
Essa menina tá cheirando
Erva danada

11 comentários:

  1. haha phoda!!
    mto bom!!
    http://naosentindo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Ai meus Deus, é cada uma... Huahuahuahuahuahu

    Beijinhus

    ---
    www.jehjeh.com

    ResponderExcluir
  3. desenterrou, hein! hahaha

    eles até que fizeram um sucessinho.

    abraço

    ResponderExcluir
  4. Meus olhos!! Meus Olhos não viram isso!!

    ARRGHHHHH!!!

    ResponderExcluir
  5. Eles falam de um assunto tão epsado de uma maneira tão elve e divertida, que você nem liga pro mal que 'erva danada' faz, só pensa em curtir a musica . Muito Boa a dica caara . :D

    http://enorah.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Ahahahahah, que poesia hein!

    ResponderExcluir
  7. Hahahahaha .. legal ! :D

    Te seguindo,me segue também :

    http://boorboleteando.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. UHAuaHuahAUHA
    Muito comédia.

    O que será que tem de errado com essa malvada?
    HAuAHuAHuA

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  9. kkkkkkkkk muito bom, nao conhecia! adoro conhecer bandas novas!!vou te seguir, se quiser, acesse meu blog http://artegrotesca.blogspot.com

    ResponderExcluir

Quem não tiver perfil no blogger/google, clique na caixinha e selecione a opção anônimo. Podendo se identificar no corpo da mensagem. Abraços!